terça-feira, 22 de janeiro de 2008

nunca percebi muito de vozes
mas se te ouço

mesmo quando é difícil entender
cada palavra

faço do corpo um espaço de silêncio

Maria Sousa